Como declarar empréstimo no IRPF

Qual razão tenho que declarar empréstimo no IRPF? Quanto tenho que fazer a declaração do empréstimo no IRPF? Qual situação não precisa declarar empréstimos.

Muitos têm dúvidas sobre como declarar empréstimo no IRPF, na verdade muitas pessoas nem sabem da necessidade de citar os valores na Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física. A menção de tais recursos é obrigatória, mas existe um modo correto de descrever os valores. Lembre-se: caso você tenha pego empréstimo pessoal no ano passado, esse ano vai ter de mencionar o montante emprestado.

Primeiro temos que entender que todo e qualquer empréstimo acima de R$ 5 mil tem que ser relacionado na declaração anual. Existe um espaço próprio para essa ação. Trata-se do campo “Dívidas e Ônus Reais”.

Além da informação do valor, deve ser colocada a natureza do dinheiro, junto com os dados do credor, como nome e número de CPF ou CNPJ. A forma de pagamento do empréstimo vai ter de ser preenchida na declaração. O saldo da dívida também não pode ser esquecido pelo declarante. Aliás, esta última informação vai no campo “Situação”.

Se o empréstimo pessoal ou financiamento obtido serviu para aquisição de algum bem, como um carro ou um imóvel por exemplo, o item comprado vai ser colocado no campo “Bens e Direitos”. Um detalhe importante, que não pode ser deixado de lado de forma alguma, é que, no caso de empréstimo entre pessoas (entre particulares como amigos, parentes e familiares), se houver acréscimo de juros sobre o dinheiro emprestado deverá ser declarado, esta menção é obrigatória.
como declarar empréstimo no irpf

“Os campos são servem para pessoas que pedem empréstimos junto a instituições financeiras que devem ser lembrados na declaração do Imposto de Renda com o que um pai que empresta a um filho qualquer valor que ultrapasse os R$ 5 mil, essa informação precisa constar na declaração”. É bem básico, os dados de quem repassou o montante, independente da ligação que tiver com aquele que pegou o dinheiro. Veja também: como declarar empréstimos no Imposto de Renda e Débitos

Quando não declarar?

Mas, há uma outra situação que não precisa declarar os empréstimos. Se ocorrer que uma pessoa pegar um empréstimo pessoal e quitá-lo no mesmo ano, o declarante estará livre da necessidade de mencionar o valor na declaração do IRPF.

Qual a razão de ter que declarar empréstimo no IRPF? Bom, a razão de ter de mencionar as operações financeiras é fazer com que não haja discrepâncias em relação ao aumento de bens do declarante.

Por fim, reconheçamos que o trabalho de preencher não é dos mais complicados, são poucos campos. Ao preencher os campos tome cuidado para não cometer qualquer erro quando enviar a declaração para a Receita Federal, senão você vai ter que dar algumas explicações. Isso sem contar que a não declaração de empréstimos pode contribuir para que o contribuinte caia na malha fina.

Então, atenção ao fazer sua declaração do IRPF. E não esqueça de colocar as informações do empréstimo.

20 comentários - Faça um comentário

Comente aqui !