Empréstimo com Débito em Conta Corrente

O empréstimo com débito em conta corrente não é um crédito dos mais flexível do mercado, mesmo assim atende bem quem precisa de dinheiro

Empréstimo com débito em conta corrente, a demanda por essa modalidade ultimamente têm aumentado bastante, nesse tipo de crédito, a liberação não é tão descomplicada como certos tipos de empréstimos. O alvo é os aposentados e pensionistas do INSS, funcionários estaduais, municipais e federais que não tem mais margem para consignação em desconto em folha de pagamento e também os funcionários de empresas privadas mesmo com restrições no SPC/SERASA e autônomos que comprovem movimentação bancária.

Essa modalidade de empréstimo não é uma das mais flexíveis do mercado, o empréstimo com débito em conta corrente apesar de ser uma ajuda financeira, não é uma das soluções de crédito mais barata do mercado, pelo contrário tem juros muito salgados, mesmo assim atende um número grande de pessoas que não possuem condições de obter empréstimo pessoal, crédito consignado ou não tem mais limite no cartão de crédito, por estarem sem margem consignável ou não terem mais condições de contratar um crédito pessoal com cheque pré-datado ou por estarem com o nome sujo nos órgãos de proteção.

A modalidade de empréstimo com débito em conta corrente não é uma mais flexível do mercado, mesmo não sendo a solução com juros mais barato e facilidade na obtenção, a modalidade consegue atender centenas de clientes que estão sem condições de fazer um empréstimo consignado ou crédito pessoal convencional, por não terem mais margem consignável, não poderem fazer negociação com cheques ou por estarem com restrições junto ao SPC e SERASA.

As empresas que oferecem o empréstimo com débito em conta corrente fazem a liberação do crédito de forma pouco mais burocrática, mas segura, normalmente a liberação ocorre no mesmo dia, se a documentação estiver tudo ok, claro. O recurso contatado é depositado na conta bancária do cliente sem ter pagar qualquer tipo de taxa administrativa ou de seguro antecipado. O valor das parcelas são debitadas automaticamente da conta corrente no dia do seu pagamento, para pegar esse tipo de empréstimo, em algumas financiadoras, o cliente têm que assinar promissórias.

Geralmente são necessários a apresentação do RG e CPF, comprovante de endereço, último ou três últimos contra-cheques (Holerites), extrato da conta corrente dos últimos 30 (trinta) dias original. Libera até 2 ou 3 vezes o valor dos rendimentos (Proventos), o nível de endividamento é altíssimo nessa modalidade.

Empréstimo em Conta-corrente para Pessoa Jurídica

Empresas também tem acesso a essa linha especial de crédito, a finalidade é suprir uma eventual provisão ou reforço de saldo de depósitos na conta-corrente de pessoas jurídicas (empresas).

Normalmente quem concede o “crédito em conta-corrente” é o próprio banco que a empresa faz suas movimentações financeiras, para acessar o empréstimo, a empresas tem que estar com cadastro atualizado na instituição, não pode ter restrições financeiras. O limite máximo varia de banco para banco, a média fica em torno de R$ 9.900 a R$ 20.000 para empresas de médio porte.

Os prazo também são variáveis, com mínimo de 90 dias e máximo de 180/360 dias, é possível ser solicitado algum tipo de garantia com hipoteca, alienação fiduciária, penhor, além disso é obrigatório o aval de no mínimo dois sócios ou de acordo com o contrato social e aval de terceiros. Os encargos são os juros, IOF, TAC e taxas adicionais.

Confira quais são os Bancos que podem fazer o empréstimo com desconto na conta corrente – Banco do Brasil, Santander/Banespa, Caixa Econômica Federal, Banco Bradesco, Banco Santander, HSBC, Itaú Unibanco, Banco Meridional, Banco Mercantil entre outros.

Algumas associações e sindicatos de classe oferecem a possibilidade de obtenção de “empréstimo com débito em conta corrente” com essa alternativa.

267 comentários - Faça um comentário

Comente aqui !