FGTS – Nova Forma de Pegar Consignado

Quer fazer seu consignado com o auxilio do fgts? O Governo federal tenta aprovar medidas para incentivar o crédito aos consumidores. Confira como é o “Conselhão”

Pegar consignado através do FGTS. Essa é uma das formas que o Ministro do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa e sua equipe esta encontrando para resolver o problema da dívida pessoal das pessoas físicas e logo das empresas. O governo deu sinal verde para usar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia para pegar consignado, um tipo de empréstimo com juros baixo.

Como disse, alguma coisa tem que ser feita. Logo, o mais prático para o governo é que o cidadão pague suas dívidas adquirindo mais dívidas, é uma conta básica que vai afundar ainda mais outras classes de trabalhadores e consumidores, em especial os compulsivos e endividados.

A expectativa do governo com essa manobra, é impulsionar alguns bilhões de reais em empréstimo com o FGTS, especificamente para pessoas físicas. Vale mencionar que o pessoal do forças, federais, estaduais e municipais estão praticamente sem linhas na folha.

Claro que como qualquer medida, sua implementação vai exigir envio de proposta das mudanças ao Congresso Nacional para que sejam legalizada. Como se trata do FGTS algumas leis precisam ser mudadas. Atualmente só é permitido investimentos em habitação, saneamento e infraestrutura.pegar consignado com fgts

Bom o “Conselhão” foi proposto e temos novidades. Uma delas é a autorização do uso da multa e também de parte do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia de empréstimo para pegar consignado para trabalhadores restritos ao setor privado que sejam demitidos sem justa causa. A expectativa é gerar R$ 17 bilhões de crédito com essa modalidade.

“Segundo integrantes da equipe econômica, a lei do FGTS será alterada para permitir que os trabalhadores do setor privado possam usar os recursos do Fundo (multa de 40% nas demissões sem justa causa e até 10% do saldo da conta vinculada) como garantia para os empréstimos consignados (com desconto em folha). Isso será feito por meio de uma medida provisória (MP). Depois de aprovada pelo Congresso Nacional, a proposta terá que ser regulamentada pelo Conselho Curador do FGTS.”

Uma fonte ligada ao Ministério da Fazenda, informou à imprensa que a medida não será implementada logo de imediato, será aos poucos, mas, os efeitos irão representar uma significativa ampliação do crédito por causa da garantia pré-definida. O empréstimo consignado, todos já sabem, permite taxas de juros muito mais atrativas e baratas para quem esta tomando crédito em bancos.

É, o país precisa mesmo de alavancagem e contornos econômicos para evitar ainda mais a queda de consumo e principalmente a perda de empregos que dia após dia se torna mais agravante. Pelo menos a intenção da equipe econômica com essas medidas é interromper o processo de diminuição de crédito pessoal e crédito consignado em todo Brasil, a intenção maior a princípio é dar início a retomada do crescimento econômico.

No entanto, eu não sou economista, mas entendo que dívida se paga com geração de renda e não com mais dívidas, apesar de ser um paliativo, pegar consignado com o auxilio do FGTS pode sim ajudar algumas pessoas, só que vai detonar muitas outras. A aprovação das medidas já foram enviadas ao Congresso Nacional.

6 comentários - Faça um comentário

Comente aqui !