Consórcio Imobiliário com taxa reduzida na Caixa

A Caixa reduz taxa de consórcio imobiliário e amplia prazo de pagamento, as mudanças são um conjunto com as ações do CAIXA Melhor Crédito

A Caixa Econômica Federal vai oferecer mais opções para os clientes que desejam financiar sua moradia própria. A instituição reduziu as taxas de administração, de 18% para 16%, e o limite das cartas de crédito do consócio imobiliário foi ampliado de R$ 300 mil para R$ 700 mil. O prazo para pagamento também foi alterado, de 120 para 200 meses. O objetivo é melhorar as condições no processo de aquisição do imóvel.
Consórcio Imobiliário Caixa

“As mudanças no consórcio imobiliário, em conjunto com as ações do “Programa CAIXA Melhor Crédito”, vão ampliar o portfólio de produtos para atendimento ao mercado imobiliário”, afirma o vice-presidente de governo e Habitação da CAIXA, José Urbano Duarte. Para o diretor de consórcios da instituição, Maurício Maciel, as adequações são uma resposta para a atual realidade do setor imobiliário.

“O mercado de crédito cresce de forma acelerada, bem como a venda dos imóveis. Isso faz com que o consumidor aproveite a queda na taxa de juros para adquirir a casa própria ou um imóvel maior”, explica.

Até outubro deste ano as vendas do consórcio imobiliário registraram um aumento de 35% em cotas comercializadas em relação ao mesmo período do ano passado.

Consórcio Imobiliário

É uma opção planejada e econômica para quem não tem condições financeiras de comprar um bem à vista, já que não há incidência de juros sobre as parcelas. O cliente tem a comodidade de programar o orçamento doméstico, escolhendo o grupo que mais se encaixe ao seu bolso e à realização dos seus objetivos. Além dos novos valores, o consórcio imobiliário da Caixa Econômica Federal possui cartas de crédito a partir de R$ 30 mil, com prazos de 120, 150 e 200 meses, conforme o valor do crédito.

CAIXA Melhor Crédito

Em abril deste ano, a Caixa Econômica Federal lançou o programa de redução de taxas de juros. De acordo com o banco, com o programa, de março a agosto deste ano, a carteira de crédito da Caixa Econômica Federal cresceu de R$ 268,8 bilhões para R$ 316 bilhões, expansão de 17,5%. “A participação da Caixa no mercado de crédito subiu de 13% para 14,3%, sem interferência negativa na inadimplência, que tem se mantido estável nos últimos 12 meses”, diz o banco.

Fonte do artigo: Portal Brasil

Comente aqui !